Vitamina B6 e queda de cabelo

Atualizado em:

PUBLICIDADE


Muitos com queda de cabelo não sabem que têm deficiência de vitamina B6, e não vão ao médico para investigar isso.

hairloss-blocker-recupera-88-cabelo

Por conta dessa carência surgem sintomas como fadiga, cansaço, descamação em volta do nariz e da boca e dores nas articulações. Além disso, há um eixo entre cérebro e intestino, e alterações em um refletem no outro, daí a privação de B6 pode estar relacionada à transtornos psiquiátricos, como depressão, ansiedade, e confusão mental.

Remédios para Queda de Cabelo: Ranking do Consumidor

 PRODUTONOTA MÉDIAVOTOSREVIEW
#1HairLoss Blocker8,91/10581btn-saiba-mais
#2Minoxidil7,74/101023btn-saiba-mais
#3Finasterida7,25/101084btn-saiba-mais

A vitamina B6 tem absorção gastrointestinal, e isso pode ser prejudicado se houver déficit das funções de absorção intestinal.

A lisina, um aminoácido, aumenta quando há exiguidade de B6, que é conversora de aminoácidos e também atua na quebra do metabolismo de gorduras, por isso muitos com baixos níveis de B6 têm excesso de oleosidade no couro cabeludo, na pele e queda de cabelo.

PUBLICIDADE


O couro cabeludo tem um manto lipídico, formado por gorduras e água (sebo e suor), para que assim a função dele seja bem estabelecida. Quanto há desequilíbrio desse manto hidrolipoprotetor, pode ocorrer perda capilar aguda.

Por conta da baixa de B6 há desequilíbrio hormonal, o que pode gerar cistos no ovário, que para serem eliminados causam cólicas e dores, e também ocorre um estímulo da ação imunológica da pele, fazendo com que os anticorpos combatam as próprias funções vitais do couro cabeludo, o que gera queda de cabelo e perda de hidratação (falta de umidade).

Quem tem baixa de B6 também pode ter a síndrome do intestino irritável e a síndrome da permeabilidade intestinal.

Principais sintomas da baixa de B6

  • queda de cabelo
  • cansaço
  • irritação
  • nervosismo
  • oleosidade excessiva da pele
  • feridas no canto da boca
  • língua lisa e dolorida
  • falta de paladar e de apetite
  • queimação e irritação nos olhos
  • dor abdominal
  • enjoo
  • dores nas articulações
  • inchaço nos dedos das mãos
  • vertigem
  • sonolência
  • convulsões (em deficiências maiores)
Artigo anteriorTribulus terrestris e queda de cabelo
Próximo artigoAlopecia frontal fibrosante
CRM: 91128. Doutorado em Dermatologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (2009-2012). Mestrado em Dermatologia Clínica e Cirúrgica pela Universidade Federal de São Paulo (2001-2006). Residência médica em Dermatologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo (1998-2001). Graduação em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (1992-1997). Pós-Doutorado em pesquisa em dermatologia pela Emory University School of Medicine, Atlanta, GA, EUA. Professor-assistente de dermatologia na Universidade de Mogi das Cruzes (2005-2006). Médico-assistente do Serviço de Dermatologia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2006-2012). Médico chefe do Serviço de Dermatologia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2012-2014). Coordenador do programa de residência médica em Dermatologia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2019-2012). Coordenador de todos os programas de aperfeiçoamento/especialização médicos da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2011-2014).