Tipos de clareamento dental

Tipos de clareamento dental e suas aplicações

A visita ao dentista é necessária para avaliação do tipo de clareamento conveniente para cada um: o caseiro ou o feito em consultório. Atualmente, há muitos produtos disponíveis no mercado que incentivam ao caseiro, inclusive enxaguatórios, no entanto os resultados tendem a demorar e podem ser inadequados para determinadas pessoas. Já a intervenção a laser se mostra mais rápida e efetiva e, após a primeira sessão, o paciente nota a grande diferença.

PUBLICIDADE


Desse modo, se se interessar por comprar qualquer produto para clareamento, consulte antes um profissional. Além disso, no consultório, o procedimento é mais seguro, porque se evita o contato do princípio ativo do clareamento com outras partes da boca, como gengiva e bochecha.

O clareamento caseiro, monitorado pelo dentista, consiste em uma modelagem específica para cada pessoa, com todas as medidas protetivas indispensáveis. O feito com fitas não têm esses benefícios, o que pode ser prejudicial e provocar dor e aumento da sensibilidade dos dentes.

Na terapêutica guiada, verifica-se o histórico do paciente, considerando sensibilidade e retrações da gengiva. Se houver esses problemas, não se indica a modalidade caseira, porque não é possível acompanhar a completa atuação do produto.

Há casos em que o processo a laser é mais aconselhável que o caseiro e há pacientes para os quais essa é a única opção. Quando eles apresentam boas condições de saúde bucal, podem-se combinar as duas técnicas.

PUBLICIDADE


Produtos empregados em cada tratamento

Para cada espécie de tratamento usam-se produtos diferentes. No consultório, aplica-se peróxido de hidrogênio, e no caseiro, peróxido de carbamida (mais fraco).

Tratamento à base de bicarbonato de sódio

O bicarbonato de sódio não clareia os dentes, tem caráter abrasivo e remove apenas as placas externas.