Por que não consigo emagrecer?

Por que não consigo emagrecer?

Existem pessoas que tentam emagrecer e não conseguem, mesmo mudando alguns hábitos na alimentação e exercícios. Existem alguns prováveis motivos para uma pessoa não conseguir emagrecer.

PUBLICIDADE


Dieta

O primeiro motivo é a pessoa somente se preocupar em comer menos. Dietas muito restritivas e uma restrição calórica são importantes para conseguir perder peso, mas funcionam melhor a curto prazo.

Equilibrar a quantidade dos alimentos é importante, mas não é o suficiente para garantir um resultado prolongado. A pessoa deve se preocupar mais com o que come do que o quanto come, porque a qualidade dos alimentos que está consumindo irá interferir principalmente na causa do ganho de peso.

Quando a pessoa come com uma qualidade um pouco melhor, preferindo principalmente alimentos mais naturais, ela também vai controlar os níveis de insulina, um hormônio que também atua no ganho de peso.

Expectativa

Expectativas surreais também podem atrapalhar a perda de peso. Perder peso leva tempo, e a pessoa não irá perder 10kg de gordura em um mês, pois isso não é possível. Às vezes se houve falar de pessoas que perderam 10kg em um mês, mas provavelmente essa perda de peso não foi só de gordura.

PUBLICIDADE


Perder peso não é a mesma coisa que perder gordura. Perder peso perdendo massa magra não é interessante, pois perder massa magra, principalmente massa muscular, vai fazer com que o metabolismo fique um pouco mais lento, além de, esteticamente, atrapalhar a definição – com menos massa muscular, a pessoa acaba ficando com um pouco mais de flacidez.

Estima-se que é possível perder de 0,5kg a 1kg de gordura por semana. Isso equivale a 2kg a 4kg de gordura por mês. Existem variações, mas essa é a média mais normal. Por isso, a pessoa deve traçar metas realistas para não gerar frustração, e valorizar cada passo que dá nessa jornada de perda de peso.

Rotina e estresse

Manter sempre a mesma rotina também pode atrapalhar o emagrecimento. Se a pessoa já segue a dieta e faz exercícios há um tempo, sem mudar nada, o corpo provavelmente se estagna – ele atinge um efeito platô e para de responder.

A pessoa deve mudar a alimentação, passar a comer um pouco mais, dormir mais, se exercitar de forma diferente, etc., para promover novos estímulos para o organismo, para que ele continue respondendo ao emagrecimento.

Ficar muito estressada e preocupada com a perda de peso também pode atrapalhar. Portanto, a pessoa deve relaxar, pois isso pode ajudar o corpo a responder.

Consumo de adoçantes

O consumo de adoçantes também pode atrapalhar o emagrecimento. Muita gente, quando começa uma dieta para emagrecer, troca o açúcar por adoçante e passa a consumir mais alimentos diet e light.

Existe uma relação do consumo de adoçantes em excesso com o ganho de peso, pois o sabor doce dos adoçantes estimula o centro da fome – ou seja, “engana” o organismo, e a pessoa passa a consumir mais alimentos do que precisaria.

Além disso, o consumo de adoçantes também alimenta o vício por alimentos doces, por isso deve ser controlado ou reduzido ao máximo – se a pessoa puder evitar, melhor. Se for consumir, as melhores opções são os adoçantes mais naturais, que é o caso da stévia, do xilitol e do eritritol.

Consumo de água

O baixo consumo de água também pode atrapalhar o emagrecimento. É necessário consumir mais água: a quantidade ideal é, em média, 2l, ou a pessoa pode calcular 35mL por quilograma de peso.

Estar desidratada pode atrapalhar o desempenho no exercício físico. Além disso, muitas vezes o organismo confunde a sensação de fome com sede. Se a pessoa sentir fome, deve tomar um copo de água – se passar, provavelmente era sede.

Além disso, tomar um copo de água antes das refeições também pode deixar a pessoa mais satisfeita e evitar que ela coma muita comida durante as refeições.