O que engorda mais: arroz ou macarrão?

Arroz ou macarrão: qual engorda mais?

Normalmente, quem está fazendo uma dieta para emagrecer acha que precisa cortar o arroz e o macarrão, e fica na dúvida entre qual é o “pior” dos dois (qual engorda mais).

PUBLICIDADE


Existem dois tipos de arroz (arroz branco e arroz integral) e dois tipos de macarrão (o macarrão branco, com farinha branca, e o macarrão integral).

Em 100g, o arroz branco tem 129 calorias, e o arroz integral 112 calorias. Em 100g, o macarrão branco ao alho e óleo (o molho mais básico) tem 220 calorias, e o macarrão integral 124 calorias.

Em relação à quantidade absoluta de calorias, o consumo de arroz integral é o mais interessante para o emagrecimento. Porém, consumir o grão integral tem outros benefícios e faz diferença no processo de emagrecimento.

Benefícios do arroz integral

A diferença de calorias entre o arroz branco e o arroz integral é muito pequena, portanto não é só isso que torna o arroz integral melhor que o arroz branco, mas principalmente a quantidade de fibras.

PUBLICIDADE


A fibra tem vários papéis importantes para quem está buscando emagrecer. A fibra ajuda no índice glicêmico, pois leva mais tempo para ser digerida, fazendo com que o carboidrato (a glicose) do arroz seja transferido mais lentamente do estômago para o intestino e do intestino para a corrente sanguínea, onde a glicose estará disponível. Isso ajudará a pessoa a não picos de insulina.

A fibra ajuda na questão da saciedade. Como ela fica mais tempo no estômago, ela ocupa mais espaço por mais tempo, fazendo com que a pessoa coma menos de outros alimentos que possivelmente são mais calóricos.

Outro ponto importante em relação às fibras é o funcionamento do intestino. Quanto mais fibras a pessoa consome, aliadas a um bom consumo de água, melhor funciona o intestino, pois a fibra consegue aumentar o volume do bolo fecal e, com isso, facilita a propagação desse bolo através do intestino e a expulsão das fezes.

Independentemente de ser uma quantidade de calorias ligeiramente melhor, consumir o arroz integral tem muitos benefícios para a saúde. Da mesma forma, o macarrão integral tem benefícios, mas tem um pouco mais de calorias, sendo necessário tomar um pouco mais de cuidado.

Consumo de macarrão

Mais importante do que o macarrão ser integral ou branco é o molho que é adicionado nele. Se a pessoa adiciona um molho vermelho com carne, frango ou outra fonte de proteína no macarrão branco, ele vai ser mais saudável, pois essa proteína vai lentificar a absorção dele e fazer com que a entrada na corrente sanguínea seja mais lenta.

Portanto, mesmo que a pessoa esteja em um local onde não tem macarrão integral, ela deve priorizar um bom molho, que tenha proteína e seja à base de tomate, e evitar molhos com gordura (creme de leite, requeijão) e muito queijo ralado no macarrão, pois essas gorduras saturadas não são benéficas para o consumo e o excesso delas vai fazer com que a pessoa engorde.

Alimentos alternativos ao arroz e ao macarrão

Algumas pessoas procuram alternativas ao arroz ao macarrão, pois não querem comer todo o dia mas são alimentos que fazem falta no dia-a-dia.

Uma alternativa ao macarrão é o macarrão de legumes. É possível fazer macarrão de abóbora (que é feito no forno, desmanchando a abóbora depois) ou de abobrinha, cenoura ou beterraba (cortando-as em um ralador ou com um cortador especial, fazendo tiras compridas que parecem o macarrão). Também pode-se usar o macarrão shirataki, que é um macarrão de alga. Da mesma forma, deve-se utilizar molhos mais leves e saudáveis, com base de proteína, molho de tomate ou outros legumes, para enriquecer mais o macarrão.

Em relação ao arroz, existem duas alternativas interessantes. A pessoa pode consumir um “falso arroz” de couve-flor, pulsando a couve-flor em um processador e deixando-a parecida com o arroz. Depois, a pessoa pode refogar, temperar e acrescentar outros alimentos.

A pessoa também pode acrescentar quinoa no arroz ou, eventualmente, substituir o arroz pela quinoa, que é um alimento mais saudável e mais interessante nutricionalmente, pois tem mais fibra, proteína, vitaminas e minerais.

Arroz x macarrão: conclusões

Independentemente da escolha do arroz, macarrão, ou substituto, a pessoa deve se lembrar que consumir, uma vez por semana ou uma vez por mês, uma quantidade pequena de um macarrão um pouco mais gorduroso, por exemplo, não tem problema. O mais importante é que no dia-a-dia a alimentação seja bem equilibrada e bem nutritiva.

O arroz sempre é consumido refogado e cozido, puro, e o macarrão sempre é acrescentado de molho e muitas vezes de queijo ralado. O arroz é um ingrediente mais fácil de ser equilibrado no prato de forma mais proporcional, acrescentando feijão, legumes, uma proteína, etc. O macarrão normalmente é um prato único e em uma quantidade muito grande. A pessoa deve ficar atenta a isso.

Com moderação, comer arroz ou macarrão não irá atrapalhar a dieta. O que atrapalha a dieta é comer sem controle.

Artigo anteriorLocarserina
Próximo artigoMaçã dá fome?
Inscrição: 1568D. CRN: CRN-2. especialidade: Nutrição Clínica - Asbran. Graduação em Nutrição pela Universidade Anhembi Morumbi (2004-2007). Especialização em Gestão da Qualidade em Alimentos pela FMU Centro Universitário (2013). Experiência na administração de cozinha industrial, e atuação na gestão de qualidade de produtos, além da gerência de procedimentos de higienização.