Melhor técnica de implante capilar

Transplante capilar com a técnica FUE

Pela FUE (Follicular Unit Extraction), é possível extrair os folículos individualmente e evitar a cicatriz linear da FUT (Follicular Unit Transplantation), o que favorece, por exemplo, cortes bem curtos de cabelo. Após a extração, separa-se cada folículo, pela análise em microscópio, antes de transplantá-lo.

PUBLICIDADE


Transplante capilar com pouca área doadora

A FUE produz recuperação mais rápida e é mais adequada para casos de pouca elasticidade da área doadora do couro cabeludo. Em contrapartida, a quantidade de folículos transplantados por sessão é menor, além de o procedimento ser mais trabalhoso por causa da remoção individualizada deles.

PUBLICIDADE
hairloss-blocker-recupera-88-cabelo

Transplante capilar com a técnica FUT

Na FUT, retira-se um fuso de pele da região posterior da cabeça e, em seguida, separam-se os folículos que se podem transplantar até três mil por sessão.

O procedimento acarreta uma única cicatriz linear, que se oculta com o cabelo depois de ele crescer, contudo fica à mostra em cabelos curtos.

A recuperação pós-cirúrgica leva em torno de quinze dias, período em que a pessoa pode trabalhar. É possível realizar novos transplantes com intervalos de seis meses.

PUBLICIDADE


A maior vantagem da FUT é transplantar mais unidades foliculares, e a da FUE, causar imperceptíveis cicatrizes puntiformes.

O que é calvície

A calvície manifesta-se na maioria dos homens, porém em grau variável, mesmo dentro da mesma família. O grau 1 começa na região das entradas, o 2 agrava um pouco mais essa condição e o 3 apresenta falhas na coroa.

Tipos de transplante capilar

Na avaliação inicial, determina-se o grau da calvície e a área doadora, de onde se vão retirar as raízes do cabelo que se colocarão nas calvas.

Há duas formas de remoção dos fios:

  • pela FUT, com a retirada de uma faixa de couro cabeludo, que, levada ao microscópio, se separa em unidades foliculares, implantadas fio a fio para efeito mais natural;
  • pela FUE, com instrumento apropriado para extrair as unidades foliculares que se transplantarão.

Resultado

Geralmente, os resultados surgem a partir do quarto mês, quando os primeiros fios começam a despontar e, depois de dez ou doze meses, termina o processo.

O acompanhamento clínico é fundamental para diminuir a velocidade de evolução da calvície.