Medicina antienvelhecimento

Medicina antienvelhecimento

É importante distinguir envelhecimento biológico de cronológico: este é a certidão de nascimento, corresponde ao aniversário do indivíduo. Há pessoas que, com oitenta anos de idade, por exemplo, aparentam ser bem mais jovens, outras, com sessenta, parecem mais idosos.

PUBLICIDADE


É possível retardar o envelhecimento biológico, passar por ele com mais qualidade, de modo menos dependente e com poucas deficiências. Para isso, recomenda-se alimentação saudável, que combate os radicais livres.

A medicina antienvelhecimento não é especialidade reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina. Tanto a Sociedade Brasileira de Geriatria como as mundiais não advogam essa terapia. Em curto prazo, ela pode proporcionar algum bem-estar baseado em reposições hormonais, mas o envelhecimento é um processo inexorável a qualquer espécie. Não há elixir da juventude, apenas formas de se envelhecer bem e com saúde.

Artigo anteriorGrávida pode tomar colágeno?
Próximo artigoO que é colágeno?
CRM: 158921. Graduação em Medicina pela Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória (2012). Residência em Clínica Médica pelo Hospital Santa Casa de Misericórdia de São Paulo (2013-2015). Residência em Gastroenterologia pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (2015-2017). Estágio na Unidade de Gastroenterologia do Hospital Clínic Barcelona (2017). Professora visitante da disciplina de Gastroenterologia da Universidade de Araraquara.