Manutenção de prótese capilar

Atualizado em:

PUBLICIDADE


Lavagem da prótese capilar

Não lave a prótese como o faz com o cabelo natural, já que, embora seja de cabelos humanos, eles não possuem mais bulbo e raiz capilares, portanto estão mortos: não têm a oleosidade e hidratação que o organismo lhes passava. Substitua esses processos por cuidados individuais.

hairloss-blocker-recupera-88-cabelo

Primeiramente não a lave sempre. Isso preservará os fios macios por mais tempo e evitará que ela se deteriore antes do previsto.

Remédios para Queda de Cabelo: Ranking do Consumidor

 PRODUTONOTA MÉDIAVOTOSREVIEW
#1HairLoss Blocker8,91/10581btn-saiba-mais
#2Minoxidil7,74/101023btn-saiba-mais
#3Finasterida7,25/101084btn-saiba-mais

Xampu e condicionador de qualidade

Lave e hidrate a prótese com bons produtos. Invista um pouco mais em um xampu sem sal e com baixo pH e em um hidratante (condicionador) potente.

Faça isso uma a duas vezes por semana para conservá-la bonita e brilhante. Como não vai fazê-lo diariamente, não gastará muito.

PUBLICIDADE


Uso de óleos

Como os cabelos da prótese capilar não têm lubrificação, use neles óleo de coco ou de argan, por exemplo. Uma gota já os torna mais sedosos e formosos.

Como pentear o cabelo da prótese

Se pentear muito a peça, os cabelos podem cair com mais facilidade. Então, faça-o o mínimo possível. Depois de colocá-la na cabeça, mantenha-a da forma desejada.

Ponha uma rede (a mesma e funcionários de cozinha) na prótese antes de dormir. Quando acordar, perceberá que os cabelos estarão como no dia anterior e dispensarão qualquer arranjo. Jogue neles um pouco de água, dê-lhes uma batida e você está pronto para sair.

Se preferir, durma com o cabelo diretamente no travesseiro, porém talvez precise penteá-los no outro dia.

Excesso de gel ou pomada

Você pode passar gel, pomada, musse, laquê ou o que mais quiser na prótese capilar, mas com cautela. Se usar muito esses recursos, como os cabelos dela quase não se lavam, começarão a ficar pesados, grudentos e sujos.

Cuidados de manutenção com próteses capilares

Todas as próteses capilares têm tamanho-padrão de 15 cm de comprimento, algumas mais lisas, outras mais onduladas, porém dificilmente o cliente encontrará uma com cabelo quase idêntico ao próprio.

Muitos não entende o porquê do excessivo ressecamento do cabelo da prótese capilar. Primeiramente, trata-se de cabelo morto, uma vez que não recebe lubrificação do couro cabeludo. Além disso, é preciso ter cuidados especiais com ela: hidratá-la e dar-lhe até mais atenção do que ao cabelo natural.

Se se utilizar nela diariamente óleo de argan ou outro produto que a lubrifique e exerça função emoliente, os fios chegarão ao fim da vida com um pouco mais de saúde, brilho e maciez. Por outro lado, se a maltratar com secador, chapinha, gel, tintura, spray e não a hidratar, em pouco tempo ela ficará em péssimas condições.

Os cabelos da prótese não começam a cair de um dia para o outro. Na verdade, caem um pouco todos os dias, algo já programado pelo fabricante. A quantidade de fios perdidos dependerá, por exemplo, da precaução no momento de a pentear ou manusear.

Como descolar a prótese da cabeça

A manutenção da prótese capilar começa pelo uso de álcool comum, encontrado em qualquer farmácia ou supermercado. Comece a borrifá-lo na parte de trás da cabeça e faça-o ao redor de toda ela. Puxe cada pedaço da peça bem lentamente depois de o álcool agir e gradualmente ela vai soltar-se.

Limpeza da prótese

O próximo passo consiste em aplicar o removedor C-22 Solvent em todas as partes que tenham cola e aguardar cerca de cinco minutos para ele fazer efeito.

Esfregue, então, toda a parte interna da prótese contra as folhas (ligeiramente mais grossas que o normal para não derreterem ao contato com o removedor) de uma revista comum, mas evite as páginas mais escuras. Toda a cola remanescente na peça ficará retida nessas folhas. Quando uma folha já estiver com muita cola, vire a página e continue com o procedimento.

Limpeza da pele

Passe o C-22 Solvent pela cabeça e posteriormente a limpe com papel higiênico ou um pedaço de algodão. Esfregue toda a região até eliminar completamente todos os resquícios.

Outro produto para higienizar a pele é o TOP SOL, que se põe num algodão antes de levar à cabeça.

Tanto o C-22 Solvent quanto o TOP SOL são bastante oleosos.

Lavagem da prótese

A lavagem dos cabelos da prótese deve seguir sempre a mesma direção. Não faça movimentos circulares, que podem embaraçar os fios. O xampu pode ser um convencional. Dedique atenção maior à parte frontal dela, que, bastante delicada, precisa exibir boa aparência.

Recolocação dos adesivos

Lavada a prótese, recoloque os adesivos cujos tipos são muitos no mercado e cuja escolha depende do formato da peça.

A colocação da fita no espaço correto resulta apenas de alguns recortes nas pontas para acompanhar o formato da prótese. As extremidades dela não têm cola para se poder manusear a fita.

Cortados os excessos das pontas da fita, aproxime-a para confirmar se o encaixe está perfeito. Em seguida, descole o adesivo do papel e ponha a fita na prótese.

Uso de cola

Algumas pessoas têm próteses completas com o lace. Outras preferem o lace apenas na frente, e silicone atrás. Embora se possa utilizar fita também sobre a parte siliconada, é possível empregar a cola Ultra Hold, mais barata, de melhor adesão e com pincel embutido na tampa do frasco para espalhar o produto pela borda da prótese.

Certos indivíduos preferem aplicar a cola sobre a cabeça, formando duas superfícies de contato. De qualquer modo, sempre é necessário aguardar de cinco a dez minutos para a ela ficar curada e realmente criar essa face de contato.

Recoloque, enfim, a prótese na cabeça.

Escova ideal para a prótese capilar

Para pentear a prótese, use escovas com bolinhas nas pontas das cerdas, porque elas não danificam a base da peça, independentemente de qual seja (TU, full lace, etc.). Ao contrário, ajudam a evitar perdas abundantes de cabelo, não são muito caras e encontram-se em qualquer supermercado.

Vida normal usando prótese

A prótese surgiu para produzir efeito mais natural e fazer o indivíduo levar vida quase normal. Esse quase se deve a alguns cuidados básicos para conservá-la, já que, como esses cabelos não têm vida, ao cair, obviamente não voltam a crescer.

Diferenças entre uma prótese e uma peruca

Primeiramente, há maior naturalidade e liberdade de ações com a prótese, o que perucas não proporcionam em virtude da não aderência.

Além do mais, comumente é mais difícil perceber que alguém está com prótese que com peruca, todavia diversas variantes podem interferir nisso, como o modo de pentear o cabelo e a qualidade do trabalho do profissional responsável pela manutenção da peça.

Exposição da prótese ao sol

A exposição ao sol é o primeiro objeto de preocupação dos usuários de prótese, principalmente dos que moram em regiões de grande incidência solar.

Evidentemente, eles podem expor-se ao sol, contudo, se por períodos prolongados, como costuma ocorrer em praias e piscinas, é aconselhável utilizar bonés ou protetores solares com termoativos que protejam o cabelo.