Insulina é tudo igual?

Atualizado em:

PUBLICIDADE


Diferentes tipos de insulina, para que servem e como devem ser aplicadas

Existem as insulinas de ação rápida, as ultrarrápida, as basais de ação intermediária e de longa duração, e as de ultralonga duração.

Rápida e ultrarrápida

Embora atendam a mesma finalidade, os tempos de ação das insulinas rápidas e ultrarrápidas, e o início e os picos de ação são diferentes.

insulina-tipos-e-como-aplicarTodo carboidrato ingerido pelo organismo é transformado em glicose, cujo pico na corrente sanguínea é acompanhado pelo de insulina, a fim de transportar a glicose para o interior das células. Com o intuito de efetuar esta tarefa, tanto a insulina rápida quanto a ultrarrápida devem ser usadas antes das refeições. A primeira deve ser aplicada 30 minutos antes das refeições, e a segunda 15 minutos antes ou após o início da refeição (primeira garfada).

As insulinas ultrarrápidas têm picos de ação semelhantes aos registrados durante as refeições (café da manhã, almoço e jantar).

PUBLICIDADE


Basais

O pâncreas de uma pessoa sem diabetes secreta insulina 24 horas por dia em pequenas quantidades. As insulinas basais, como a NPH (de ação intermediária) ou a Levemir e a LANTUS (ambas de ação longa), simulam a ação do pâncreas.

De longa duração

Já com relação às de longa duração, a Detemir (Levemir) possui ação inferior a 24 horas, e por isso normalmente exige duas aplicações diárias, e a Glargina 100 UI (LANTUS), dura até 24 horas e pode ser aplicada uma vez por dia, sempre no mesmo horário.

De ultralonga duração

As insulinas de ultralonga duração, representadas pela Degludeca e Glargina 300 UI, possuem ação superior a 24 horas, e por conta disso horário de aplicação flexível.

As insulinas de ultralonga duração, recentemente lançadas no mercado, proporcionam maior conforto para o diabético, que, por exemplo, não precisa acordar às 6h da manhã nos finais de semana e feriados para aplicá-las.

As insulinas de longa e ultralonga duração apresentam efeito fisiológico parecido com o da produzida pelo pâncreas. Elas não têm pico de ação elevado, e com isso causam menos efeitos hipoglicêmicos.

Associação entre insulinas

As insulinas ultrarrápidas associadas às basais de longa duração ou às de ultralonga duração, permitem simular o funcionamento fisiológico do pâncreas de organismos sem diabetes.

Artigo anteriorQual suplemento é o melhor para mim?
Próximo artigoAlopecias
CRM: 124205. Doutorado em andamento em Endocrinologia e Metabologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Residência em Clínica Médica pelo Hospital Geral de Pedreira. Aperfeiçoamento em Medicina Tropical (Hanseníase) pela Universidade Federal de Alagoas (2006). Graduação em Medicina pela Universidad de Montemorelos (1997-2005). Título de Especialista em Endocrinologia e Metabologia pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (2013). Médica endocrinologista da Prefeitura Municipal de Carapicuíba (2013-atual). Médica endocrinologista da Prefeitura Municipal de Cotia (2007-2016). Médica do Programa Saúde da Família da Prefeitura Municipal de Vargem Grande Paulista (2006-2007).