Implante capilar: quimioterapia

Atualizado em:

PUBLICIDADE


Transplante capilar após quimioterapia

Há relatos de um paciente que tem calvície, principalmente na parte da frente do couro cabeludo, e está fazendo quimioterapia. Nesses casos, deve-se esperar findar o tratamento completo, não só o ciclo quimioterápico, pois há uma grande parcela de pacientes quimioterápicos em que a característica do cabelo muda.

hairloss-blocker-recupera-88-cabelo

Por exemplo, depois da quimioterapia, o cabelo do ator Reynaldo Gianecchini cresceu crespo, encaracolado e depois ficou liso novamente. Existem pessoas em que acontece o contrário, ou o cabelo muda de tonalidade. É necessário esperar pelo menos 1 ano depois do fim do tratamento, para estabilizar, e somente então pensar no transplante.

Remédios para Queda de Cabelo: Ranking do Consumidor

 PRODUTONOTA MÉDIAVOTOSREVIEW
#1HairLoss Blocker8,91/10581btn-saiba-mais
#2Minoxidil7,74/101023btn-saiba-mais
#3Finasterida7,25/101084btn-saiba-mais

Trata-se de um dos procedimentos mais tranquilos e simples da cirurgia plástica, e ao mesmo tempo, um dos mais demorados (em torno de 8 horas).

Artigo anteriorImplante capilar: planejamento
Próximo artigoImplante capilar sem corte
CRM: 130475. Graduação em Medicina pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (2008). Residência médica em cirurgia plástica pelo Hospital de Clínicas da Universidade Estadual de Campinas (2014-2017). Residência médica em cirurgia geral pela Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto da Universidade de São Paulo (2008-2010). Pós-graduação em reconstrução mamária pelo Hospital Pérola Byington (2017-2018). Pós-graduação em dermatocosmiatria pela faculdade de Medicina do ABC Paulista FMABC (2017-2018). Especialização em Oxigenoterapia Hiperárica pela Sociedade Brasileira de Medicina Hiperbárica (2016).