Fita para prótese capilar

Atualizado em:

PUBLICIDADE


Tipos de fitas adesivas para prótese capilar

Embora muito parecidas, as fitas adesivas não são idênticas. Antes de comprar uma ou escolher um tipo de prótese, procure conhecer um pouco mais sobre cada produto para evitar aquisição mal planejada.

hairloss-blocker-recupera-88-cabelo

Fitas de rolo brancas

Há várias fitas brancas de rolo. Apesar da mesma cor, elas pertencem a diferentes fabricantes e apresentam características distintas, como espessura, durabilidade, taxa de adesão e desempenho (com relação a soltar ou não resíduos). Algumas são mais largas, outras, mais estreitas.

Remédios para Queda de Cabelo: Ranking do Consumidor

 PRODUTONOTA MÉDIAVOTOSREVIEW
#1HairLoss Blocker8,91/10581btn-saiba-mais
#2Minoxidil7,74/101023btn-saiba-mais
#3Finasterida7,25/101084btn-saiba-mais

Alguns modelos de prótese capilar têm bordas, por isso é ideal que a fita selecionada tenha exatamente a mesma largura da lateral da peça. Se a prótese tiver borda mais ou menos estreita, a espessura da fita deve seguir esse padrão.

Todas essas fitas colam perfeitamente, contudo é necessário verificar se a escolhida é a correta para aquela peça. Além disso, algumas brancas duram de uma a duas semanas, enquanto outras, até quatro.

PUBLICIDADE


Fitas vermelhas e azuis

Há muitas diferenças entre as fitas vermelhas e as azuis. Geralmente, as primeiras não derretem, mas duram pouco, de um a três dias, e indicam-se para quem queira tirar a prótese todos os dias para dormir ou pretenda permanecer pouco tempo com ela. As azuis duram mais, comumente de uma a três semanas, todavia podem derreter pela acidez do suor, pela oleosidade e por reações químicas entre o organismo e o produto.

Fitas cortadas

Normalmente contém trinta e seis unidades a embalagem com fitas CC, cujo papel-base é cortado: quando parte dele vai para a direita, o outro vai para a esquerda e libera o adesivo. Como a curvatura de base forma um C, essa fita se fixa nas partes frontais da cabeça ou na nuca, mas não são aconselháveis para áreas retas, visto que a adesão é baixa.

Há mais de um modelo de fitas CC, todos para as regiões mais curvas da cabeça, porque são mais plásticas e de rápida aplicação. Na ausência de uma fita curva, como a CC, use uma reta e corte-a ao longo do comprimento.

Fitas em forma de selo

Certas fitas têm forma ligeiramente similar à de um selo e se comercializam em kits de vinte a trinta e seis unidades.  A curvatura delas é bastante sutil, por isso se aplicam preferencialmente nas laterais da prótese se não ficarem muito curtas, nem ultrapassarem cada trecho alvejado.

Minifitas

Para as laterais da prótese, existem fitas mais apropriadas, cuja grande vantagem é serem recortadas, o que confere muita praticidade: basta pressioná-la contra a peça, soltar um dos lados do adesivo preso ao papel e, sem necessidade de corte, apenas puxar esse adesivo.

Fita adesiva em tira

As fitas em tiras medem 30 cm e, por isso, não é possível utilizá-las em qualquer prótese, mas quando há folga no centro da cabeça, onde se fixa de uma ponta à outra e substitui a cola naquela parte.

Colocação da fita na prótese

A colocação da fita – que pode ser amarela ou branca – é simples. A segunda é mais forte e geralmente se põe na parte frontal. A outra, mais fraca, se a pessoa quiser, pode usar em toda a lateral da prótese e aplicar a branca por cima – assim, o efeito resistirá mais e, quando a remover, não haverá resquícios.

Deixe a fita perto da borda da prótese. Meça cerca de três dedos entre o meio das sobrancelhas e a testa e marque um ponto de fixação com caneta. Com a peça virada do avesso, ponha a parte frontal dela nessa marca e o restante, na cabeça.