Finasterida: uso tópico funciona?

Atualizado em:

PUBLICIDADE


Na edição de abril de 2018 do Journal of Drugs and Dermatology, uma revista científica referência para os dermatologistas, fizeram uma revisão sistemática de sete trabalhos sobre o uso tópico de finasterida – cada vez mais frequente –, e a conclusão foi que, para tratar a alopecia androgenética, houve redução significativa da perda dos cabelos, aumento do número de folículos terminais, e melhora no crescimento capilar.

hairloss-blocker-recupera-88-cabelo

Em relação às dosagens, houve redução dos níveis de di-hidrotestosterona (DHT) – causador da calvície –, tanto no couro cabeludo quanto no plasma sanguíneo, e não houve alteração nos níveis de testosterona no sangue.

Remédios para Queda de Cabelo: Ranking do Consumidor

 PRODUTONOTA MÉDIAVOTOSREVIEW
#1HairLoss Blocker8,91/10581btn-saiba-mais
#2Minoxidil7,74/101023btn-saiba-mais
#3Finasterida7,25/101084btn-saiba-mais

A conclusão é que a finasterida tópica é eficaz, porém, são necessários mais estudos para averiguar a dosagem ideal dela, os efeitos colaterais e o tempo em que deve ser administrada.

Artigo anteriorFinasterida tópica
Próximo artigoLatanoprosta funciona?
CRM: 91128. Doutorado em Dermatologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (2009-2012). Mestrado em Dermatologia Clínica e Cirúrgica pela Universidade Federal de São Paulo (2001-2006). Residência médica em Dermatologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo (1998-2001). Graduação em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (1992-1997). Pós-Doutorado em pesquisa em dermatologia pela Emory University School of Medicine, Atlanta, GA, EUA. Professor-assistente de dermatologia na Universidade de Mogi das Cruzes (2005-2006). Médico-assistente do Serviço de Dermatologia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2006-2012). Médico chefe do Serviço de Dermatologia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2012-2014). Coordenador do programa de residência médica em Dermatologia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2019-2012). Coordenador de todos os programas de aperfeiçoamento/especialização médicos da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2011-2014).