Erva-cidreira: benefícios e como usá-la

Erva-cidreira: características

A erva-cidreira é uma planta muito popular.

PUBLICIDADE


A erva-cidreira verdadeira (Melissa officinalis) tem um aroma parecido com o da melissa (Lippia alba) e do capim-cidreira (Cymbopogon citratus), também chamado de “capim-limão” ou “capim-santo”. Por isso, essas plantas também são chamadas de “cidreira”.

Benefícios da erva cidreira

Ação fungicida e bactericida

A erva-cidreira tem atividade fungicida e bactericida, e seu uso é excelente para tratar, por exemplo, micoses, pés-de-atleta, frieiras, impinges, inflamações e infecções em alguma área do corpo (como em feridas ou na garganta).

PUBLICIDADE
cursos sobre plantas medicinais cpt

Tratamento do Alzheimer

O chá da erva-cidreira melhora as funções cognitivas e reduz a agitação em pessoas que sofrem de Alzheimer. Nesses casos, a perda de memória e a dificuldade de lidar com as coisas cotidianas podem ser contornadas pela ação da erva-cidreira.

Proteção contra isquemia

Isquemia é quando a circulação sanguínea é interrompida em determinado ponto do cérebro, causando a morte das células por hipóxia (falta de oxigênio). Nesses casos, a pessoa tem perda de memória e pode até perder algumas funções.

PUBLICIDADE


A erva-cidreira protege o cérebro em casos de isquemia, evitando a morte das células por falta de oxigênio.

Ação ansiolítica

A erva-cidreira atua sobre o sistema nervoso central, evitando estados de ansiedade.

Ela pode trazer alívio para pessoas que estão passando por estresse ou ansiedade, agindo como calmante e relaxante e induzindo o sono. Ela tem efeitos muito positivos no tratamento da insônia, por exemplo.

Ação analgésica

A erva-cidreira tem uma ação potente sobre dores de cabeça, cólicas ou dores pós-cirúrgicas (como a retirada de um dente).

O chá da erva-cidreira pode ser excelente para neutralizar ou reduzir dores em áreas que foram operadas, trazendo qualidade de vida durante a recuperação da pessoa, ou mesmo para casos de dores de cabeça e enxaquecas.

A erva-cidreira é eficiente para aliviar dores musculares e articulares. Em casos de torções, luxações, reumatismo, gota ou outros tipos de dores articulares, a erva-cidreira pode ser utilizada na forma de chá, na forma de compressa (aplicando o chá sobre a área afetada) ou na forma de cataplasma (aplicando a planta amassada sobre a área com um pano quente por cima).

Ação antioxidante

A erva-cidreira tem uma notável ação antioxidante. Oxidação é quando o oxigênio corrói alguma coisa – por exemplo, quando o ferro reage com o oxigeno, ele se oxida e vira ferrugem (óxido de ferro). Dentro das células acontece a mesma coisa: a presença do oxigênio leva ao envelhecimento e a mutações do DNA e das estruturas da célula, por conta do potencial oxidativo dele (que está ligado aos radicais livres).

A erva-cidreira tem uma ação de proteger o DNA e as células contra a oxidação, e, com isso, protege contra o envelhecimento (principalmente o envelhecimento acelerado) e situações que podem levar ao câncer.

Sistema digestivo

A erva-cidreira age no sistema digestivo, estimulando a digestão e evitando os gases intestinais, e é indicada para pessoas que têm dificuldade para digerir. Ela pode auxiliar em casos de diarreias e inclusive combater as cólicas intestinais.

Sistema imunológico

A erva-cidreira eleva a atividade do sistema imunológico de forma comparável à de muitos medicamentos químicos que são imunoestimulantes, e é excelente em casos de infecções (como gripe ou dengue) ou de tratamentos como a quimioterapia e a radioterapia, que derrubam o sistema imunológico.

Tratamento do herpes

A erva-cidreira é eficiente combatendo o vírus do herpes tipo 1 (o herpes labial, que normalmente forma feridas nos cantos da boca), principalmente nas fases iniciais. Nesses casos, é possível triturar as folhas dela aplicar sobrea a área com um algodão.

Tratamento da candidíase

A candidíase é causada por um fungo (Candida albicans), que se manifesta tanto na boca (a candidíase oral, por exemplo em crianças que têm “sapinho”) como na região genital, normalmente nas mulheres (chamada também de “panos brancos”).

A erva-cidreira, como bochecho ou banho de assento, é excelente para eliminar esse fungo e resolver o problema da candidíase.

Controle do colesterol

A erva-cidreira tem a capacidade de reduzir a quantidade de colesterol no sangue e no organismo, e inclusive de proteger o fígado contra a ação das gorduras, reduzindo as gorduras viscerais (popularmente chamadas de “gordura no fígado”).

Controle da obesidade

Uma pesquisa demonstra que o uso da erva-cidreira em associação com a artemísia e com folhas de amora reduziu significativamente o ganho de peso em pessoas obesas, demonstrando que essas três plantas, usadas em associação, têm a capacidade de combater a obesidade e ajudar na perda de peso.

Controle da diabetes

Quem tem diabetes pode utilizar a erva-cidreira como redutora dos açúcares no sangue. Uma pesquisa demonstra que o uso do chá ou da tintura da erva-cidreira durante um período (por exemplo, 10 ou 15 dias) levou a uma redução de até 65% do açúcar no sangue.

A erva-cidreira não cura a diabetes e o pâncreas da pessoa não volta a funcionar com o seu uso, mas ela retira o açúcar do sangue e ajuda no controle da glicemia.

Controle da frequência cardíaca

A erva-cidreira é depressora cardíaca, ou seja, ela reduz a frequência cardíaca, e pode ser utilizada por pessoas que têm taquicardia ou arritmia cardíaca para regularizar a frequência cardíaca, sem enfraquecer o coração – o que é importante para que a pessoa não venha a ter outros problemas cardíacos posteriormente.

Tratamento do câncer

A erva-cidreira foi testada em casos de câncer no cólon (câncer no intestino), e reduziu expressivamente o desenvolvimento das células cancerígenas. Isso faz supor que ela também tenha uma ação antitumoral para outros tipos de câncer que ainda não foram analisados.

A erva-cidreira protege o DNA das pessoas contra a radiação, evitando os danos da radioterapia (que é muito agressiva para as células e o DNA) em pessoas que estão fazendo tratamento para o câncer.

PUBLICIDADE