Efeito incretina

O que são incretinas

As incretinas são uma classe de hormônios produzidos pelos intestinos que regulam o metabolismo da glicose, ajudando a manter o equilíbrio da glicemia.

PUBLICIDADE


A mais conhecida das incretinas é a GLP1 (glucose-like peptide 1). Ela funciona dependente de glicose – ou seja, quando a pessoa se alimenta, o alimento ingerido é metabolizado e a glicose é absorvida para o sangue, para que, com a ajuda da insulina (secretada pelas células beta do pâncreas), seja transportada para dentro das células.

Quando há uma elevação de glicose no sangue, a GLP1 é secretada e envia um estímulo para o pâncreas produzir e secretar insulina, e também parar de secretar glucagon, que é o hormônio contrarregulador da insulina, secretado pelas células alfa do pâncreas.

O glucagon estimula a liberação da glicose armazenada no fígado para manter os níveis de glicose no sangue em equilíbrio nos períodos que a pessoa passa sem se alimentar.

Deficiência de incretina no diabetes tipo 2

Pessoas que têm diabetes tipo 2 apresentam deficiência de secreção de GLP1, além de apresentarem deficiência na secreção de insulina, comprometendo, assim, a manutenção da glicemia. Existem medicamentos especialmente desenvolvidos para atuar nesses mecanismos, tais como os inibidores de DPP4, representados pelo Galvus, Januvia, Trayenta, entre outros, e os análogos de incretina, que são medicamentos injetáveis, representados pelo Victoza, lixumia e Trulicity.

PUBLICIDADE


Essas duas classes de medicamentos têm mecanismos diferentes.

Artigo anteriorDiferenças: diabetes 1 e 2
Próximo artigoFrutas e diabetes
CRM: 124205. Doutorado em andamento em Endocrinologia e Metabologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Residência em Clínica Médica pelo Hospital Geral de Pedreira. Aperfeiçoamento em Medicina Tropical (Hanseníase) pela Universidade Federal de Alagoas (2006). Graduação em Medicina pela Universidad de Montemorelos (1997-2005). Título de Especialista em Endocrinologia e Metabologia pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (2013). Médica endocrinologista da Prefeitura Municipal de Carapicuíba (2013-atual). Médica endocrinologista da Prefeitura Municipal de Cotia (2007-2016). Médica do Programa Saúde da Família da Prefeitura Municipal de Vargem Grande Paulista (2006-2007).