Drenagem linfática para celulite

Atualizado em:

PUBLICIDADE


Normalmente por questão hormonal ou má alimentação, repleta de produtos industrializados e com excesso de açúcar e sódio, as mulheres retêm muito líquido no organismo.

Como tratar a celulite com a drenagem linfática manual

Quando represa líquido e acumula toxinas entre as células de gordura, a pele exibe aspecto irregular, forma a celulite, solucionável com drenagem linfática manual, que elimina o excesso de líquido e devolve a ela a aparência regular.

Autodrenagem linfática

Pode-se fazer autodrenagem linfática em casa três vezes por semana. Como suprime os líquidos do organismo, é natural que provoque várias micções.

Para realizá-la, tenha à mão um rolo de massa ou um pedaço de cabo de vassoura. Deite-se com as costas no chão, com a cabeça sobre um travesseiro ou almofada e apoie as pernas, desde as panturrilhas, num sofá.

PUBLICIDADE


A primeira manobra é de esvaziamento e consiste em leve pressão com as pontas dos dedos em movimentos circulares sobre a região da virilha, por oito vezes. Em seguida, faça o mesmo na área atrás dos joelhos e ao redor dos maléolos (ossos do tornozelo).

Para os próximos passos, divida a coxa em duas partes: da metade até a virilha e do joelho até a virilha e, por quatro vezes, role o pau de macarrão, com movimentos leves e lentos, da metade da coxa até a virilha, depois do joelho à virilha. Repita esse procedimento na parte interna da coxa, também dividida nas mesmas duas metades, por mais quatro vezes. Faça o mesmo nas laterais das coxas, no culote e no bumbum e idem na parte interna da perna, da metade ao joelho. Finalize com o movimento completo, do tornozelo à virilha, na frente atrás.

Artigo anteriorComo se forma a celulite
Próximo artigoGraus de celulite
CRM: 91128. Doutorado em Dermatologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (2009-2012). Mestrado em Dermatologia Clínica e Cirúrgica pela Universidade Federal de São Paulo (2001-2006). Residência médica em Dermatologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo (1998-2001). Graduação em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (1992-1997). Pós-Doutorado em pesquisa em dermatologia pela Emory University School of Medicine, Atlanta, GA, EUA. Professor-assistente de dermatologia na Universidade de Mogi das Cruzes (2005-2006). Médico-assistente do Serviço de Dermatologia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2006-2012). Médico chefe do Serviço de Dermatologia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2012-2014). Coordenador do programa de residência médica em Dermatologia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2019-2012). Coordenador de todos os programas de aperfeiçoamento/especialização médicos da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2011-2014).