Dicas para perder barriga

Dicas para diminuir a circunferência abdominal

Muitas pessoas às vezes estão próximas ao peso ideal, mas têm uma barriga protuberante. Algumas dicas podem fazer com que a pessoa consiga queimar mais essa gordura.

PUBLICIDADE


Pensar positivo

A primeira dica é evitar pensamentos negativos. Eles fazem com que a pessoa fique mais predisposta a procurar uma compensação emocional na comida e comer sem estar com vontade. Quando a pessoa está começando um novo programa alimentar, e às vezes também um novo programa de atividade física, deve tentar manter um astral elevado e encarar essas mudanças como positivas.

Escolha dos alimentos

A pessoa deve escolher os melhores alimentos para conseguir acabar com a barriga, como carboidratos complexos de baixo índice glicêmico, bastante fibras, proteínas magras e gorduras saudáveis.

No almoço, a pessoa pode, por exemplo, consumir peito de frango (que é uma proteína magra), arroz integral (um carboidrato de baixo índice glicêmico) e batata doce. A pessoa pode até preparar uma espécie de escondidinho. A comida não precisa ser “sem graça”, ela tem que ser prazerosa, mas deve-se tentar incluir os três grupos alimentares (carboidrato, proteína e gordura), fazendo as melhores escolhas possíveis dentro desses grupos para diminuir o pico de insulina e conseguir perder circunferência abdominal.

Treino Intercalado de Alta Intensidade

A pessoa deve fazer um treino intercalado. Um treino bastante na moda é o Treino Intercalado de Alta Intensidade, que consiste em intercalar alta intensidade e baixa intensidade. A pessoa pode escolher qualquer atividade física que goste, mas o Treino Intercalado de Alta Intensidade consegue fazer com que, em cerca de 30 minutos, a pessoa tenha um resultado muito interessante na queima de gordura abdominal.

PUBLICIDADE


Se a pessoa conseguir fazer essa variação na frequência cardíaca, terá um resultado muito mais expressivo.

Controle das refeições

O sinal de saciedade após a alimentação leva algum tempo para ser levado ao cérebro. Quando for comer, a pessoa deve fechar o computador, colocar o telefone no silencioso, sentar-se à mesa e tirar o horário do almoço ou do jantar somente para se alimentar.

A pessoa não deve comer em frente à TV ou trabalhando, porque isso vai fazer com que ela perca a noção do quanto ela comeu, fazendo com que ela engorde e aumente a barriga.

Exercícios agradáveis

A pessoa deve encontrar um exercício que não seja desagradável para ela, pois, assim como a alimentação, o exercício físico não deve ser uma tortura ou imposição.

Se a pessoa não gosta de academia, pode praticar algum exercício que goste, como natação, tênis, jogos de dança no videogame, etc. É possível emagrecer de forma mais lúdica, mas é importante sempre fazer atividade física pois, aliada a uma alimentação saudável, a perda da barriga será muito expressiva.

Controle da alimentação

A pessoa deve evitar lojas que vendem alimentos ruins, como lanchonetes que vendem coxinhas com a gordura brilhando ou hambúrgueres com batata. Se a pessoa estiver muito focada e com um bom planejamento, pode evitar comer na rua, levando comida de casa (caso tenha onde esquentar). Assim, terá um controle muito maior, sabendo exatamente quanto de comida colocou e como ela foi preparada.

Algumas pessoas não têm essa possibilidade ou não gostam tanto de cozinhar, e procuram se alimentar em restaurantes. Essas pessoas devem procurar, preferencialmente, restaurantes por quilo, onde se consegue dosar bem o que se está comendo e onde sempre existem escolhas saudáveis, como arroz integral, muita salada e muitos legumes, sendo possível fazer uma concisão bem interessante no prato.

A pessoa pode testar alimentos saudáveis diferentes, como salada de quinoa, salada de grão-de-bico, mousse de abacate feito com cacau (que parece um mousse de chocolate e é muito saboroso), etc. Existem muitas opções saborosas e saudáveis, mas que a pessoa só irá conhecer se testar, tentando outras preparações e formas para ampliar o seu espectro e obter resultados mais interessantes.

Carboidratos de alto índice glicêmico

Deve-se evitar o pão branco e preferir o pão integral. O pão branco não tem fibra, portanto a absorção dele é muito rápida e o índice glicêmico muito elevado. Isso irá causar um pico de insulina e fazer com que a pessoa armazene gordura.

Um carboidrato de altíssimo índice glicêmico, como o pão branco, tem uma digestão muito rápida. Ele irá passar rapidamente pelo estômago, vai ser absorvido rapidamente no intestino e entrar tudo de uma vez na corrente sanguínea. O cérebro fica confuso, pois o plasma fica muito denso e é necessário diminuir a quantidade de glicose circulando (pois é tóxica), então ele secreta insulina, que vai jogar dentro da célula de gordura se a pessoa não estiver fazendo atividade física ou tiver terminado um treino.

Óleo de peixe

Consumir óleo de peixe diariamente ajuda muito. Vários estudos correlacionam ômega-3 com a diminuição da circunferência abdominal. Para quem tem alguma doença cardiovascular associada, como a hipertensão, o ômega-3 também é um potente anti-inflamatório e pode ajudar nesses casos.]

A pessoa pode fazer uso diariamente de suplementação de ômega-3, ou consumir as fontes, como os peixes de águas mais profundas (salmão, arenque, sardinha, atum, etc).

Paciência

Deve-se ter paciência. A pessoa não ganhou a circunferência abdominal em um mês, e dificilmente irá conseguir diminuir toda a barriga em um mês. O emagrecimento é um processo rápido, mas questões de gordura localizada são um pouco mais difíceis de trabalhar.

Fazendo atividade física e mantendo a alimentação equilibrada a pessoa irá conseguir remodelar o corpo dela do jeito que deseja.