Complicações neonatais do diabetes gestacional

Repercussões neonatais do diabetes gestacional

O diabetes gestacional, se não for bem controlado , prima pela hiperglicemia crônica. Essa hiperglicemia faz com que a criança fique hiperglicêmica e hiperinsulinêmica, ou seja, ela tem mais açúcar e mais insulina, ficando mais gorda.

PUBLICIDADE


Como todo gordo, ela tem uma lentidão – um retardo no amadurecimento dos órgãos, principalmente o pulmão . Como toda pessoa que tem o açúcar alto (o diabético), ela também urina muito.  Com isso, faz um polidrâmnio , e a criança, quando nasce, é gorda, mas fraca – ela tem mais hipoglicemia neonatal, mais desconforto respiratório e um risco maior de ser prematura.

É necessário tentar evitar essa hiperglicemia crônica através da dieta e exercício, que conseguem tratar a grande maioria das pacientes. Se isso não for suficiente, a paciente deve  usar insulina.

Artigo anteriorComo se deve usar os medicamentos para diabetes
Próximo artigoErva-de-bicho: benefícios e como usá-la
CRM: 124205. Doutorado em andamento em Endocrinologia e Metabologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo. Residência em Clínica Médica pelo Hospital Geral de Pedreira. Aperfeiçoamento em Medicina Tropical (Hanseníase) pela Universidade Federal de Alagoas (2006). Graduação em Medicina pela Universidad de Montemorelos (1997-2005). Título de Especialista em Endocrinologia e Metabologia pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (2013). Médica endocrinologista da Prefeitura Municipal de Carapicuíba (2013-atual). Médica endocrinologista da Prefeitura Municipal de Cotia (2007-2016). Médica do Programa Saúde da Família da Prefeitura Municipal de Vargem Grande Paulista (2006-2007).