Como curar insônia

Insônia: características e complicações

A insônia é queixa frequente em diferentes especialidades médicas, porém, na maioria dos casos, ela pode ser resolvida.

PUBLICIDADE


Alguns necessitam dormir uma maior quantidade de horas para se sentirem plenamente reestabelecidos ao acordarem, enquanto outros têm menor necessidade de horas repousadas. Porém, é comum a todos que o sono seja o mais agradável possível e que a pessoa acorde com a sensação de estar descansada e disposta para realizar as tarefas do dia a dia.

Nos quadros de depressão que repercutem na insônia, a pessoa acorda antes do horário que estava acostumada a acordar.

Para a maioria dos que necessitam de diagnóstico, tratamento e acompanhamento da insônia, ela é secundária, e se manifesta em situações de maior ansiedade e estresse, ou em função de enfermidades que geram dor, ou devido à hábitos inadequados, como tomar café depois das 18 ou 20 horas.

Há uma série de causas para a insônia que não ela própria. Ela deve ser abordada como resultado de uma condição a ser avaliada, indo de doenças físicas à psiquiátricas.

PUBLICIDADE


Com uma noite mal dormida, aparecem dores pelo corpo, cefaleia, há diminuição da capacidade de memorização, de concentração, de interpretação e de resolução de problemas.

Tratamentos para insônia

Primeiramente investiga-se os motivos desencadeadores da insônia. Muitas vezes, quando eles são resolvidos, a qualidade do sono se reestabelece. A maioria dos casos de insônia não precisa de tratamento medicamentoso, ou seja, resolve-se apenas com a higienização do sono.

Para os casos mais graves, em que os possíveis adoecimentos que desencadearam o distúrbio já foram tratados e a higienização do sono foi realizada e não surtiu o efeito esperado, pode-se recorrer a medicamentos – alguns têm maior, outros menor potencial de causar dependência, porém, quando prescritos de maneira responsável e usados pelo paciente de maneira adequada, não causam dependência e melhoram a qualidade de vida do indivíduo –, e exames específicos, como a polissonografia, importante para detectar características desse distúrbio e, a partir disso, planejar o melhor tratamento possível.

Higiene do sono

A higiene do sono visa corrigir hábitos inadequados executados pouco antes de dormir, como uma alimentação muito pesada. A orientação é, duras horas antes de dormir, desligar a televisão, o computador e evitar tomar café, refrigerantes e outros compostos estimulantes. Também deve-se evitar fazer exercícios físicos próximo às 22:00h.

Orienta-se tomar um banho quente antes de dormir para relaxar o corpo. Alguns tipos de leituras podem facilitar a pegar no sono, como romances e histórias. Porém, histórias de terror e leituras acadêmicas, mais densas, podem dificultar o sono e causar pesadelos.

Artigo anteriorComo aumentar a longevidade
Próximo artigoComo dormir bem
CRM: 70468. Residência médica em Otorrinolaringologia pelo Hospital Universitário Getúlio Vargas (2011-2014). Graduação em Medicina pela Universidade Federal do Amazonas (2004-2010). Especialização em Fellowship em Cirurgia Otorrinolaringológica pelo Instituto Paranaense de Otorrinolaringologia (2014-2015). Médica Otorrinolaringologista do Hospital Adventista de Manaus (2015-atual). Médica Otorrinolaringologista da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (2016-atual). Médica Otorrinolaringologista do Hospital Universitário Getúlio Vargas (2016-atual). Médica da Estratégia de Saúde da Família da Prefeitura Municipal de Iranduba (2010-2011). Médica da Estratégia de Saúde da Família da Prefeitura Municipal de Itacoatiara (2010).