Coité: benefícios e como usá-lo

Características, benefícios e usos do coité

O coité é um fruto bem grande, do tamanho de uma bola de futebol.

PUBLICIDADE


O coité (Crescentia cujete), também chamado de cuieira, é o fruto de uma árvore exótica proveniente da América Tropical ou da Índia (não se sabe exatamente). É muito comum no Brasil, pois se adaptou muito bem às condições desde a região amazônica até o Rio Grande do Sul. É uma árvore de pequeno porte da família das bignoniáceas.

O fruto, em algumas regiões, é utilizado como cuia ou cabaça – uma utilidade muito parecida com a da tradicional “lagenária”, a cabaça, usada no interior e no sertão para carregar água.

PUBLICIDADE
cursos sobre plantas medicinais cpt

A madeira do coité não é de muita qualidade, mas é usada em marcenaria para determinadas utilidades.

Em algumas regiões, a casca do fruto é utilizada como corante para tingir lã e algodão.

PUBLICIDADE


O fruto é uma baga cheia de sementes, mas a sua mucilagem, que é um pouco amarga e adstringente, não é comestível. Em algumas regiões, as sementes torradas são utilizadas como alimentícias.

O coité é considerado uma arvore ornamental. Em Minas Gerais e Goiás, ele é utilizado para determinados fins medicinais, como hidrocele e uma série de eczemas e doenças de pele.

Na região Nordeste, o coité é mais conhecido como uma árvore ornamental devido aos belos frutos de tamanho grande que ele possui. O fruto maduro adquire um tamanho ainda maior que o fruto verde.

PUBLICIDADE