Casuarina: características e benefícios

Atualizado em:

PUBLICIDADE


Características e usos da casuarina

A casuarina é uma árvore semelhante ao pinheiro, comum na região Nordeste.

A Casuarina equisetifolia variedade equisetifolia pode chegar a até 35m de comprimento, e a Casuarina equisetifolia variedade incana a até 12m.

PUBLICIDADE
cursos sobre plantas medicinais cpt

A casuarina incana, que tem um tom mais azulado, é menos comum na região Nordeste, e ocorre mais no sul da Austrália.

A casuarina não é uma planta nativa do Brasil: ela é originária de Madagascar, mas ocorre em várias regiões do mundo, como na Polinésia, na África, nos Estados Unidos, na Austrália, na Birmânia, etc.

PUBLICIDADE


As folhas da casuarina são botanicamente chamadas de “escamiformes”, e são agrupadas em rosetas. Isso facilita enormemente a sua resistência aos ventos e à salinidade.

Outra grande característica dessa planta é que ela melhora a qualidade do solo. A casuarina fixa nitrogênio atmosférico através de nódulos bacterianos e de fungos do tipo micorriza que existem em suas raízes. Esses fungos e bactérias ajudam na absorção dos nutrientes disponíveis no solo.

As raízes da casuarina são muito resistentes a ventos e à salinidade, e o seu tronco é rico em tanino. Em alguns países, a casca da casuarina é utilizada para curtição de peles.

A casuarina pode ser muito bem utilizada na arborização e no paisagismo, em avenidas, parques, bosques litorâneos, cercas vivas (sebes), etc.

Atualmente, alguns especialistas consideram a casuarina a única alternativa real para arborização de condomínios de praia expostos a ventos e à salinidade intensa, como ocorre em Aracaju.

Em alguns países, a causarina é utilizada para fixação de dunas. Além da Casuarina equisetifolia, existem mais 17 espécies.

PUBLICIDADE