Apneia do sono tem cura?

A apneia tem cura?

A apneia não apresenta cura de 100%, mas é tratável. Há, para isso, procedimentos clínicos eficientes, além dos cirúrgicos. A eficácia dos resultados relaciona-se não somente a essas terapias, mas também a mudanças nos hábitos de vida, como perder peso, praticar exercícios físicos e evitar o tabagismo. Se emagrecer de forma correta e saudável, o indivíduo diminuirá a quantidade de gordura na retrofaringe, orofaringe e nasofaringe.

PUBLICIDADE


Tratamento da apneia com CPAP

O CPAP é um aparelho de referência para o tratamento da apneia obstrutiva do sono em qualquer grau de gravidade. Quem melhor se adapta a essa terapia são os indivíduos com índices de moderado a severo, todavia ele também é indicado para os leves, quando há outras doenças relacionadas ao sono, como as de circulação.

Tratamentos cirúgicos

A cirurgia ortognática, também chamada de telegnática ou de avanço maxilo-mandibular, é de, no mínimo, 10 mm. Apesar do pós-operatório delicado, com cerca de vinte a trinta dias de descanso, a satisfação do apneico submetido a ela é geralmente alta, todavia há procedimentos mais eficazes do que outros.

Artigo anteriorNutricosméticos para queda de cabelo: quais os melhores?
Próximo artigoApneia do sono: tratamento
CRM: 70468. Residência médica em Otorrinolaringologia pelo Hospital Universitário Getúlio Vargas (2011-2014). Graduação em Medicina pela Universidade Federal do Amazonas (2004-2010). Especialização em Fellowship em Cirurgia Otorrinolaringológica pelo Instituto Paranaense de Otorrinolaringologia (2014-2015). Médica Otorrinolaringologista do Hospital Adventista de Manaus (2015-atual). Médica Otorrinolaringologista da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (2016-atual). Médica Otorrinolaringologista do Hospital Universitário Getúlio Vargas (2016-atual). Médica da Estratégia de Saúde da Família da Prefeitura Municipal de Iranduba (2010-2011). Médica da Estratégia de Saúde da Família da Prefeitura Municipal de Itacoatiara (2010).