Anticoncepcional para espinhas

Uso de anticoncepcional no combate à queda de cabelo

Muitas pacientes no consultório se queixam de queda de cabelo. Às vezes, ao começar a usar o anticoncepcional, a mulher começa a sentir uma melhora nessa queda. Isso ocorre basicamente porque o anticoncepcional se liga na SHBG e diminui a testosterona livre.

PUBLICIDADE


Em geral, os melhores anticoncepcionais são os que contém ciproterona. Os nomes mais comuns são Diane 35, Selene ou Artemidis 35, mas também existem outros que podem fazer efeito semelhante. O anticoncepcional tem essa propriedade de se ligar a essa globulina carregadora de hormônio, diminuindo a testosterona e ajudando na queda de cabelo.

Uso de anticoncepcional no combate à acne

Em relação à acne é basicamente a mesma coisa. Como os anticoncepcionais diminuem a testosterona, diminuem a oleosidade da pele da mulher, melhorando muito a pele. Quando a mulher para de usar o anticoncepcional, ela se queixa, pois começam a aparecer espinhas. Hoje em dia se tem indicado muito diminuir o uso do anticoncepcional, do hormônio exógeno, e passado para outros métodos, como DIU de cobre e principalmente o DIU mirena, porque a exposição hormonal é bem menor. Às vezes, quando é feita essa troca em seguida, do anticoncepcional para o DIU mirena, a mulher pode sentir um pouco de acne justamente devido à elevação da testosterona. Não é culpa do DIU mirena, mas do mecanismo da própria pessoa.

Existem pacientes que têm problema de acne e queda de cabelo, ficam tratando, porém não sabem que ao final das contas têm um problema interno que precisa ser combatido. Por isso é muito importante ter o acompanhamento dos profissionais.

É importante conversar com um médico ou ginecologista para que ele saiba o método a ser indicado, e conversar também com o médico que cuida da pele e do restante do organismo para ter um tratamento eficaz, tanto na parte ginecológica quanto na parte estética.

PUBLICIDADE


Quem tem um problema de espinha que não se resolve deve procurar um ginecologista para investigar. Os ovários policísticos também podem ser causadores desses problemas. A acne não é só o que está acontecendo, existe muita coisa por trás prejudicando outras funções do corpo. Os ovários policísticos são muito comuns e corriqueiros para muitas mulheres, trazem bastantes sintomas, alguns até bem desconfortáveis.

Artigo anteriorAlimentos que previnem a acne
Próximo artigoCasca de banana para acne
CRM: 91128. Doutorado em Dermatologia pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (2009-2012). Mestrado em Dermatologia Clínica e Cirúrgica pela Universidade Federal de São Paulo (2001-2006). Residência médica em Dermatologia pela Santa Casa de Misericórdia de São Paulo (1998-2001). Graduação em Medicina pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo (1992-1997). Pós-Doutorado em pesquisa em dermatologia pela Emory University School of Medicine, Atlanta, GA, EUA. Professor-assistente de dermatologia na Universidade de Mogi das Cruzes (2005-2006). Médico-assistente do Serviço de Dermatologia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2006-2012). Médico chefe do Serviço de Dermatologia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2012-2014). Coordenador do programa de residência médica em Dermatologia da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2019-2012). Coordenador de todos os programas de aperfeiçoamento/especialização médicos da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (2011-2014).