Alecrim: Benefícios e Como Usá-lo

Atualizado em:

PUBLICIDADE


Alecrim: benefícios e como usá-lo

O alecrim (Rosmarinus officinalis) é uma planta utilizada desde a idade média, normalmente como tempero, e alguns eventualmente fazem chá com ela para tratar problemas respiratórios etc.

Benefícios do alecrim

Ação no sistema digestivo

No sistema digestivo, o alecrim estimula a digestão, combate gases intestinais, protege o fígado e estimula a vesícula biliar, excelente para quem tem a vesícula preguiçosa, toma medicamentos que agridam o fígado ou tem problemas hepáticos – e então sentirá os efeitos quando se comer algo mais pesado.

PUBLICIDADE
cursos sobre plantas medicinais cpt

Ação anti-inflamatória

O alecrim tem ação anti-inflamatória intestinal, ou seja, serve para tratar colite, hemorroidas inflamadas, enterocolite (seja ela no intestino delgado ou grosso). Essa ação anti-inflamatória foi relatada em trabalhos de pesquisa.

rosmarinus-officinalis
Alecrim (Rosmarinus officinalis).

Para tratar hemorroidas pode ser feito chá de alecrim para utilizá-lo em um banho de assento durante 20 ou 30 minutos. Isso deve ser feito duas ou três vezes para a região agredida desinflame.

PUBLICIDADE


O alecrim também é anti-inflamatório da bexiga, e trata cistite recorrente ou outros tipos de infecção urinária e inflamação da bexiga.

Ação analgésica

O alecrim tem ação analgésica, ou seja, reduz a sensibilidade à dor, por isso é muito utilizado para tratar dor de cabeça.

Ação antidepressiva

O alecrim é antidepressivo, o chá dele, popularmente chamado de chá da alegria, costuma elevar nosso estado de espírito para experimentar uma sensação de maior felicidade, além disso é tônico estimulante, assim faz com que órgãos internos, como fígado, vesícula, pâncreas, baço e estômago, intensifiquem a atividade.

Ação cicatrizante e antimicrobiana

O alecrim tem ação cicatrizante e antimicrobiana, dessa forma quem tem feridas que não cicatrizam ou que estão com pus, ou ainda tem afta ou úlceras na boca, podem fazer o bochecho (no caso da mucosa bucal), ou uma compressa (uma lavagem) sob a área afetada da pele, para remover bactérias e fungos, eliminando o ataque microbiano e proporcionando cicatrização, útil principalmente para tratar feridas mais antigas. Algumas pessoas, seja por causa de diabetes ou de outros problemas, têm dificuldades de cicatrização.

Não menos importante, o alecrim é um conservador de alimentos, e a indústria alimentícia utiliza-se muito disso para evitar que fungos e bactérias ataquem os alimentos.

Estimulante do crescimento capilar

O chá do alecrim estimula o crescimento capilar ou evita a queda dos fios. Pode-se fazer o chá e lavar a cabeça, ou comprar um óleo essencial de alecrim e colocar algumas gotas no shampoo ou no creme de cabelo, para posteriormente utilizá-lo massageando o couro cabeludo.

Como usar o alecrim

O alecrim não pode ser utilizado em grande quantidade e períodos prolongados, deve-se picá-lo em pequenos pedaços e utilizar 1 colher de sobremesa para cada xícara de água, porém, se para crianças, deve-se utilizar ½ xícara de sobremesa, pois o alecrim pode ser tóxico em grandes quantidades.

Muitos entram no modismo de tomar o chá de uma planta várias vezes ao dia e em quantidades absurdas. Se fizerem isso com o alecrim, irão ter problemas. O alecrim pode irritar o fígado, causar dor de cabeça, náuseas, vômito, confusão mental, e, em casos excepcionais, graves intoxicações.

Pode-se incluir o alecrim no xarope e utilizá-lo na alimentação sem problemas, porém, sem exagerar na dosagem: 3 xícaras por dia, 1 colher de sobremesa, é o suficiente e trará bons efeitos.

PUBLICIDADE